OrgânicosDicas de alimentação

Benefício dos alimentos orgânicos: 5 motivos para consumir orgânicos

Benefício dos alimentos orgânicos - Na imagem um trabalhador em uma platanção orgânica
Imagem de wirestock no Freepik
Quer tirar suas dúvidas sobre os benefício dos alimentos orgânicos? Então, você está no lugar certo. Nesta matéria, você irá entender o que são os orgânicos, qual a importância de consumir, valor nutricional e muito mais que você precisa saber para entender se consumir orgânicos faz bem à saúde.

Quando se trata de boa alimentação, muitas pessoas estão na fase de transição para a alimentação orgânica. Mas nesse momento surgem uma série de dúvidas sobre esse tipo de alimentação, como saber se ela é mais saudável, se os orgânicos são mais nutritivos e se estamos fazendo o melhor para o meio ambiente.

Se você está nesse momento, a matéria de hoje vai te ajudar a entender tudo sobre alimentação orgânica. Continue lendo para saber mais.

O que são alimentos orgânicos?

Alimentos orgânicos são aqueles produzidos sem o uso de quaisquer produtos químicos sintéticos, inclusive pesticidas, herbicidas e fertilizantes. Esses produtos podem ser prejudiciais tanto à nossa saúde quanto ao meio ambiente, de modo que a agricultura orgânica é uma maneira mais sustentável de produzir alimentos.

Estudos mostram que orgânicos são mais saudáveis do que os alimentos produzidos de maneira convencional, mas, além disso, eles são melhores para o meio ambiente, já que as práticas da agricultura orgânica dependem de métodos naturais de controle de pragas e aumento da fertilidade do solo, o que ajuda a conservar os recursos e a reduzir a poluição.

Eles também são isentos de organismos geneticamente modificados (OGM). Essa sigla é um sinônimo para transgênico, um tema que tem gerado diversas discussões sobre potenciais problemas à saúde humana e no seu impacto no campo. Entre esses problemas para o meio ambiente estão:

  • Mudança no comportamento de insetos: a criação de sementes resistentes a determinados tipos de insetos pode fazer com que seu comportamento mude. Isso poderia, por exemplo, levar a uma migração em massa, causando um desequilíbrio no meio ambiente que ainda não tem como ser mensurado.
  • Questões sociais e econômicas: essas sementes modificadas são patenteadas, o que aumenta o seu custo e a torna menos acessível para os pequenos produtores. Como já explicamos em diversos textos, 75% dos alimentos consumidos no Brasil são produzidos pela agricultura familiar. Se o impacto na alimentação não é suficiente, saiba que 5% do PIB brasileiro é originado nessas pequenas produções.

Quer entender melhor os impactos e o que realmente significa ser um alimento orgânico? Então confira o vídeo abaixo do canal Orgânico Simples que explica diversos pontos sobre a definição do que é produzir esse alimentos.

Qual a importância dos alimentos orgânicos para a saúde?

A resposta para isso é simples: a importância para a saúde é que eles estão livres de pesticidas, herbicidas e outros produtos agroquímicos.

Isto significa que quando você come orgânicos, você não está consumindo nenhum produto químico potencialmente nocivo para a saúde. Além disso, em apresentação no Ganepão 2016, um dos maiores congressos sobre alimentação no Brasil, a nutricionista Danielle Fontes, de São Paulo, destacou que existem evidências científicas de que os vegetais orgânicos são mais nutritivos.

Pesquisa usada como fonte por Danielle para fazer essa afirmação foi liderada pela Universidade de Newcastle, na Inglaterra, e mostrou que culturas orgânicas são até 69% mais ricas em antioxidantes. Lembrando que os antioxidantes são associados a um risco reduzido de doenças crônicas, incluindo doenças cardiovasculares e neurodegenerativas e certos tipos de câncer.

Além disso, verificou-se que:

  • 10% menos nitrogênio
  • 30% menos nitrato
  • 87% menos nitrito
  • 4 x menos chances de encontrar pesticidas

Se você quer saber mais sobre a importância dos orgânicos, confira a pesquisa que listamos acima. Nada melhor do que ir na fonte ao invés de depender da interpretação de terceiros.

Como saber se um alimento é orgânico?

Lembrando que alimentos orgânicos são aqueles cultivados sem o uso de agroquímicos, como pesticidas e fertilizantes. Há algumas maneiras de dizer se um alimento é orgânico. Sendo elas:

Selo de Produto Orgânico

A maneira mais óbvia é procurar por um rótulo que aponte “Produto Orgânico Brasil”. Esse selo que pode ser solicitado desde 2007 é parte de um processo de várias etapas feito por uma certificadora credenciada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

Ess selo orgânico assegura que o alimento e seus processos seguem as boas práticas de agricultura orgânica. Mas cabe ao Ministério da Agricultura credenciar, acompanhar e fiscalizar os organismos de certificação que, mediante prévia habilitação do MAPA, farão a certificação da produção orgânica e deverão atualizar as informações dos produtores para alimentar o cadastro nacional de produtores orgânicos.

Leia também:  Raízs: Compre orgânicos direto do pequeno produtor sem sair de casa

Aqui vale lembrar que pequenos produtores podem não ter esse selo mesmo produzindo orgânicos, já que fazem parte de uma categoria que comercializa seus produtos em feiras, em domicílio, na própria fazenda ou para o governo. Eles não têm selo para impedir a comercialização para distribuidoras, supermercados e lojas. Esses produtores podem comprovar que cultivam orgânicos se registrando diretamente no Ministério da Agricultura por documentos e auditorias em suas terras.

Qual o benefício dos alimentos orgânicos?

Eles estão se tornando cada vez mais populares, e existem diversos motivos para isso. Há uma série de benefícios em comer alimentos orgânicos que você pode não saber, então aqui vai cinco benefícios dos alimentos orgânicos.

1. São mais saudáveis

Já mostramos acima que pesquisas mostram que os alimentos orgânicos são mais saudáveis que os produzidos convencionalmente. Eles têm:

  • Até 69% mais antioxidantes;
  • 10% menos nitrogênio;
  • 30% menos nitrato;
  • 87% menos nitrito;
  • 4 x menos chances de encontrar pesticidas.

Se você quer saber mais sobre os benefícios dos orgânicos, confira a pesquisa da Universidade de Newcastle. Nada melhor do que ir na fonte ao invés de depender da interpretação de terceiros.

2. É melhor para o meio ambiente

A produção de orgânicos é melhor para o meio ambiente, pois não depende de fertilizantes químicos ou pesticidas, que podem danificar os ecossistemas.

Além disso, se queremos diminuir o impacto do aquecimento global, a agricultura orgânica pode ser muito importante. Isso porque ela tem potencial de reduzir a liberação dos gases de efeito estufa por suas práticas culturais como:

  • Incorporação de matéria orgânica ao solo;
  • Manutenção da cobertura vegetal;
  • Diminuição de práticas que degradam o solo;
  • Manutenção de uma microbiota diversificada;
  • Menor utilização de insumos.

3. Não são geneticamente modificados

Eles são cultivados usando métodos tradicionais que têm sido usados por séculos. Os alimentos orgânicos são isentos de organismo geneticamente modificado (OGM), mais conhecido por seu sinônimo transgênico, um tema que tem gerado diversas discussões sobre potenciais problemas à saúde humana e no seu impacto no campo.

4. São mais saborosos

Segundo a pesquisadora e professora Dra. Giuseppina Pace Pereira Lima, da Unesp de Botucatu, ela estuda a bioquímica dos alimentos “in natura” e após processamentos. As pesquisas que ela desenvolve mostram que os alimentos orgânicos são mais saborosos por possuírem maior síntese de compostos que dão aroma às frutas e legumes, como alguns compostos voláteis, que estão diretamente ligados ao sabor.

Para saber mais sobre os motivos dos orgânicos serem mais saborosos, confira o artigo de Milena Miziara, jornalista e sócia fundadora da marca Liverani Orgânicos, ao portal Papo Reto.

5. Apoia a agricultura familiar

A alimentação no Brasil é essencialmente produzida pela agricultura familiar. Como já falamos acima, 75% dos alimentos que chegam a casa dos brasileiros são produzidos em pequenas propriedades.

Obviamente esse apoio deve vir do Estado e não apenas dos consumidores privados, mas comprar direto do campo ajuda a fazer o dinheiro circular pelas famílias que realmente estão levando alimentos para sua casa.

Como comprar alimentos orgânicos?

Aqui no site já falamos de dois fornecedores de orgânicos: a Comuna da Terra Irmã Alberta e o Raízs. Em ambos os casos é possível comprar cestas de orgânicos entregues na porta da sua casa ou retiradas em pontos de distribuição.

Como já expliquei nessas matérias, apesar de muitos locais falarem que os orgânicos são mais caros, como os dois tiram diversos atravessadores entre o produtor e sua casa, tenho economizado em média 20% na compra de frutas, verduras e legumes desde que comecei a receber as cestas de orgânicos em casa.

Tire suas dúvidas

Veja abaixo a resposta para as principais dúvidas sobre os alimentos orgânicos.

Qual a diferença entre alimento orgânico e convencional? 

A agricultura orgânica é um tipo de agricultura que depende de técnicas como rotação de culturas, adubação verde e compostagem para manter a fertilidade do solo. Os agricultores orgânicos também utilizam métodos naturais para controlar pragas, tais como aprisionar e liberar insetos benéficos. A agricultura convencional, por outro lado, depende muito de fertilizantes e pesticidas sintéticos, que podem contaminar o solo e o abastecimento de água.

Alimentos orgânicos são realmente mais saudáveis? 

Pesquisas como a liderada pela Universidade de Newcastle, na Inglaterra, mostram que sim. Os orgânicos possuem diversos nutrientes a mais que os alimentos convencionais, com destaque para os até 69% mais fixados em antioxidantes, que protegem as células contra os efeitos dos radicais livres produzidos pelo organismo.

Esse aumento de antioxidantes atua prevenindo o aparecimento de doenças degenerativas, fortalecendo o sistema cardiovascular e ajudando a fortalecer o sistema imunológico.

Por que os alimentos orgânicos são mais caros?

A produção orgânica costuma ser mais cara porque não são utilizados adubos químicos que forçam uma maior produção da terra. Quanto menor a quantidade produzida, maior o custo por unidade.

Como já expliquei acima, existem formas de consumir orgânicos pagando menos do que em redes tradicionais. Para isso você precisa eliminar os atravessadores, comprando direto do pequeno produtor. Aqui em casa tenho economizado em média 20% na compra de frutas, verduras e legumes desde que comecei a receber as cestas de orgânicos em casa.

Agora que você já conhece o benefício dos alimentos orgânicos, é hora de compartilhar este conteúdo com pessoas que você gostaria que conhecessem mais sobre ela.

E não esqueça, tudo que você precisa para se alimentar com saúde você encontra no Compre do Campo.

Leo Cruz

Especialista em criar aquilo que um dia você vai procurar no Google. Produzindo conteúdo com o objetivo de impulsionar esses pequenos produtores e incentivar a agricultura orgânica, agroecológica e familiar brasileira, com respeito ao meio-ambiente e aos animais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *