Molhos e pimentasMercearia

Benefícios da Pimenta para a Saúde: veja os mitos e verdades

beneficios pimenta
Imagem de jcomp no Freepik

Quer tirar suas dúvidas sobre os benefícios da pimenta para a saúde? Então você está no lugar certo. Nesta matéria, você irá entender o que é essa especiaria, quais seus tipos, valor nutricional  e tudo mais que você precisa saber para entender se consumir pimenta faz bem à saúde.

Todos nós sabemos que as pimentas podem acrescentar muito sabor à nossa comida, mas o que muitas pessoas não sabem é que elas vêm com uma variedade de benefícios para a saúde. Da perda de peso à prevenção do câncer, as pimentas são um ótimo alimento a ser adicionado à sua dieta.

Mas como com qualquer outra coisa, é importante separar os mitos das verdades quando se trata de pimentas e seus benefícios para a saúde. Então, nesta matéria, vamos explorar alguns mitos e verdades sobre as pimentas e seus benefícios à saúde.

Continue lendo minha matéria para saber todos os benefícios da pimenta para a saúde.

O que é a pimenta?

As pimentas são um tipo de fruto do gênero de plantas Capsicum que normalmente é cultivada em climas quentes. Elas vêm em uma variedade de cores, incluindo vermelho, verde e amarelo. Elas podem ser consumidas frescas ou cozidas e adicionam muito sabor aos alimentos.

As pimentas são uma grande fonte de vitaminas A e C, cálcio, ferro, vitamina B1, Niacina, vitamina B2,  fibra alimentar, assim como antioxidantes. Elas também possuem propriedades anti-inflamatórias, que podem ajudar a reduzir o risco de doenças como o câncer. 

Qual o efeito da pimenta no organismo?

As pimentas têm vários efeitos no corpo, dependendo de como elas são utilizadas. Por exemplo, se alguém comer uma pimenta fresca e crua, provavelmente experimentará uma sensação de ardor na boca devido a capsaicina.

Mas a capsaicina não é responsável apenas pelo calor das pimentas – ela também é responsável por alguns de seus benefícios à saúde. Por exemplo, pesquisas têm mostrado que a capsaicina ajuda o metabolismo e promove a perda de peso. Ela também pode ajudar a reduzir a inflamação e a dor, e pode até mesmo ajudar a prevenir o câncer.

Pimenta é fruta, verdura ou legume?

Isso vai te surpreender: a maioria das pessoas pode pensar que as pimentas são verduras ou legumes, mas, basicamente falando, as pimentas são frutos. Aqui é importante lembrar que existe uma diferença de fruto e fruta, já que fruta é uma expressão popular usada para identificar frutos que possuem normalmente sabor adocicado e são comestíveis.

Pimenta são frutos porque ele é a parte da planta que contém as sementes e se você já abriu uma pimenta sabe que como seus primos pimentões ela é cheia de sementes.

Quais os tipos de pimenta e como usar?

Há muitos tipos diferentes de pimentas, e cada uma delas tem seu próprio sabor e benefícios para a saúde. Aqui estão alguns dos tipos mais populares de frutos do gênero de plantas Capsicum: 

  • Pimentões: sim, pimentões são o tipo mais suave, e vêm em uma variedade de cores, incluindo vermelho, verde, amarelo, e laranja. Os pimentões são uma ótima maneira de acrescentar sabor à sua comida, sem acrescentar picância.
  • Pimenta Jalapeño: são pimentas de médio-alta picância, e são uma escolha popular para consumo em comida mexicana como em tacos e chilli.
  • Pimenta Habanero: Essas são as pimentas mais quentes, e são perfeitas para acrescentar calor a pratos como caril e guisados.
  • Pimenta do reino: pimenta do reino é uma especiaria que é feita do fruto seco da pimenta preta. É muito usada na cozinha asiática, indiana e do Oriente Médio, e é um ingrediente popular em muitos pratos.

Existem diversos outros tipos de frutos do gênero de plantas Capsicum, mas esses são os mais consumidos.

Receitas para comer pimenta

As pimentas podem acrescentar muito sabor a sua comida, e também trazem uma variedade de benefícios para a saúde. Então qual é a melhor forma de usar a pimenta em sua dieta?

As pimentas podem ser usadas de várias maneiras, mas aqui estão algumas de nossas maneiras favoritas de usá-las:

  • Recheada: você pode utilizar pimentas como a dedo de moça e recheá-la com carne moída. Essa é uma excelente forma de consumir suas pimentas.
  • Molhos: As pimentas fazem uma grande adição a molhos como a salsa, o guacamole e o pesto.
  • Sopas e guisados: Os pimentões acrescentam muito sabor e calor às sopas e ensopados.
  • Conserva: fazer uma conserva de pimenta à base de vinagre é uma excelente forma de consumir as pimentas. Para conservas você pode utilizar vários tipos de pimenta como malagueta e biquinho.
  • Curry: essa receita é perfeita para ser feita com pimenta mais quentes que acrescentam muito sabor e picância ao prato.
Leia também:  Como fazer café expresso: veja o passo a passo com vídeo

Quais são os nutrientes da pimenta?

Confira a tabela nutricional de uma porção de 5g de pimenta do reino preta (uma colher de chá):

Porção de 5g de pimenta do reino Total VD*
Valor energético 13 kcal 1%
Carboidratos 3,2 g 1%
Proteínas 0,0 g 0,0%
Gorduras totais 0,0 g 0,0%
Gorduras saturada 0,0 g 0,0%
Gorduras trans 0,0 g **
Fibra alimentar 0,0 g 0,0%
Sódio 0,0 g 0,0%

Valores diários de referência com base em uma dieta de 2000 kcal ou 8400J. Seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades energéticas. (**) VD não estabelecido. (***) Informação Não Disponível no momento

Apesar das informações poderem variar entre tipos de pimenta, as informações acima mostram que a pimenta não é um alimento calórico e nem apresenta nenhum índice negativo.  

Quais os benefícios da pimenta para a saúde?

As pimentas são uma ótima maneira de acrescentar sabor a sua comida e, ao mesmo tempo, de trazer benefícios à saúde. Alguns dos benefícios das pimentas incluem perda de peso, prevenção de câncer, e aumento da saúde do coração.

Mas, como com qualquer outro alimento, é importante estar atento aos mitos e verdades que sempre surgem na internet. Assim, vamos explorar mitos e verdades sobre a pimenta:

Emagrecem

Uma das coisas que mais aparece na internet é que a pimenta ajuda a perder peso. Consideramos isso como um mito, pois, apesar de ajudar a queimar algumas calorias extras, elas não são um alimento milagroso que vão te fazer emagrecer. No entanto, elas podem ajudar na redução do se utilizada em conjunto com outros hábitos saudáveis, como mudança na alimentação e exercícios.

Aumentam a libido

Há muito tempo se sabe que as pimentas aumentam a libido. Na verdade, as pimentas têm sido usadas como remédio natural durante séculos para melhorar a função e o desempenho sexual.

Apesar disso, Maria Adelaide Moreira dos Santos, nutricionista do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho (HUCFF), afirmou o seguinte em matéria no portal da UFRJ:

“O consumo da substância capsaicina libera endorfinas que na circulação causam a sensação de bem-estar”. 

Isso indica que o consumo de pimenta cause uma sensação de bem-estar, deixando a pessoa mais receptiva ao sexo, mas sem que haja nenhuma influência direta no desejo sexual. 

Antioxidante e anti-inflamatório

As pimentas são uma grande fonte de antioxidantes e anti inflamatórios, que ajudam a proteger seu corpo dos danos causados pelos radicais livres e podem ajudar a reduzir a inflamação em todo o seu corpo.

Isso pode ser útil para reduzir o risco de doenças como câncer e doenças cardíacas.

Regular açúcar no sangue

As pimentas podem ajudar a regular os níveis de açúcar no sangue, o que é importante para as pessoas com diabetes. Ao acrescentar pimentas à sua dieta, o senhor pode ajudar a manter seus níveis de açúcar no sangue sob controle, o que pode levar a uma melhor saúde em geral.

É importante reforçar que todos esses benefícios devem ser avaliados pelo seu médico, por isso sempre passe por um especialista antes de incluir um novo alimento em sua dieta

Quer conhecer mais benefícios da pimenta? Então veja o vídeo abaixo onde o Dr. Juliano Pimentel, médico e fisioterapeuta, fala um pouco mais sobre eles.

Tire suas dúvidas

Veja abaixo as respostas para as principais dúvidas sobre as pimentas.

Quem não pode comer pimenta?

As pimentas são um ótimo alimento para acrescentar à sua dieta, mas há algumas pessoas que devem evitá-las. Elas podem causar azia em algumas pessoas e também agravar as úlceras, portanto, se você tiver problemas no estômago pode ser melhor evitá-las.

Finalmente, as pessoas alérgicas a pimentas e especiarias da família das pimentas devem evitar acioná-la na sua dieta. 

Qual é a melhor pimenta para a saúde?

A melhor pimenta para a saúde é a pimenta de Cayenne. Ela contém uma boa quantidade de capsaicina, uma substância comprovadamente anti-inflamatória e antioxidante. A pimenta de Cayenne é também uma boa fonte de vitaminas A e C, assim como de potássio.

É bom comer pimenta todos os dias?

Não há uma resposta única para essa. As pimentas são uma ótima maneira de acrescentar sabor e tempero à sua comida, mas como qualquer outra coisa, é importante comê-las com moderação. Comer pimentas em excesso pode causar indigestão e azia, por isso é melhor apreciá-las com moderação.

É importante reforçar que todos esses benefícios devem ser avaliados pelo seu médico, por isso sempre passe por um especialista antes de incluir um novo alimento em sua dieta

Qual a pimenta mais ardida do mundo?

A pimenta mais ardida do mundo é conhecida como Pimenta X e é tão forte que é banida de competições de comedores de pimenta. Para você ter ideia, ela é tão forte que pode causar bolhas na pele e alucinações.

Preparamos uma matéria que conta um pouco mais sobre as pimentas mais ardidas do mundo.

Agora que você já conhece todos os benefícios de comer pimenta é hora de compartilhar este conteúdo com pessoas que você gostaria que conhecessem mais sobre ela.

E não esqueça, tudo que você precisa para se alimentar com saúde você encontra no Compre do Campo.

Leo Cruz

Especialista em criar aquilo que um dia você vai procurar no Google. Produzindo conteúdo com o objetivo de impulsionar esses pequenos produtores e incentivar a agricultura orgânica, agroecológica e familiar brasileira, com respeito ao meio-ambiente e aos animais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *